Artigos

UFC 212 – Media Day


RIO DE JANEIRO — Aldo, Belfort e Gadelha, falaram com a imprensa pela última vez antes de subirem no octógono. Nos momentos que precedem o maior evento do UFC no Brasil esse ano — São Paulo receberá um “Fight Card” menos atrativo que o avento deste final de semana, a tensão é evidente, na sala onde os atletas cumprem suas obrigações durante o “media-day” Holloway se mostrava bastante argumentativo e confiante na vitória no outro extremo da sala Aldo chegava meia hora depois do previsto seguindo de uma grande equipe de câmeras, que estavam lá para registrar os últimos passos do brasileiro antes da disputa.

Na luta principal da noite José Aldo e Max Holloway se enfrentam pela unificação do cinturão dos pesos-pena do UFC. Os dois vivem momentos distintos na carreira. Aldo, considerado maior nome dos penas até hoje e favorito, busca a vitória para voltar a reinar absoluto. Holloway, detentor do cinturão interino tentar surpreender as expectativas e se manter no topo da divisão.

“O Max Holloway é o único adversário na divisão que eu ainda não venci, essa é a luta certa hoje. Nos últimos meses, muita coisa aconteceu, pensei em parar um pouco, mas recebi um apoio incrível dos fãs, que gostam de me ver lutar e querem continuar por muito tempo. O carinho que eles têm comigo é muito grande e é mais um dia de alegria poder lutar para eles aqui no Rio de Janeiro. Todas as vezes que lutei por aqui, a luta foi memorável, isso é um fato. Estou preocupado apenas com o meu lado, não com o que ele vai fazer, mas posso garantir que treinei muito, estou muito preparado e vem mais uma luta memorável por aí.” profetiza o brasileiro.

Holloway, sabe que sua tarefa será ingrata, vencer Aldo em sua casa não será fácil: “Eu e minha equipe o estudamos muito e sabemos que ele se coloca em situações de risco durante das lutas. Mas um mágico não conta seus truques, então só posso dizer que vi furos no jogo dele e vou explorá-los no sábado. Eu já fui o azarão, já fui o favorito, já fui vaiado e já torceram por mim. Mas no final do dia, só serei eu e ele lá dentro do octógono. E vou mostrar o que venho fazendo nas últimas seis semanas.”

Vitor Belfort, revelou aos jornalistas que sentia-se desmotivado de continuar lutando e ao perder sua última luta para Gastelum em Fortaleza anunciara sua despedida, porém poucos dias atrás o brasileiro voltou atrás e já confirma ter uma provável próxima luta. Para esse preparação contra o veterano Nate Marquardt, Vitor viajou para o Canadá para treinar na famosa Tristar Gym, local de treinamento de George St-Pierre. “Para essa luta, eu quis voltar ao básico, me reinventar. Fiz um camp no Canadá, totalmente longe da minha família, algo que não fazia há muito tempo. Eu acho que se você quer mudar, você precisa mudar, precisa fazer alguns sacrifícios. Eu estou procurando reencontrar a minha paixão pela luta. Essa luta pode ser o final ou pode ser começo. Eu não tenho mais nada a provar, só me divertir.  Tenho muito respeito pelo meu adversário, espero uma grande luta e uma grande noite.”

Por outro lado Nate se mostra cometido e enfatiza o respeito pelo “Phenom” “Eu respeito muito o Vitor, ele é um grande lutador e fez muito pelo esporte. Eu o assisti muito quando jovem e estou muito feliz de poder entrar no Octógono com ele. Acho que saber que eu lutaria com o Vitor me fez treinar ainda mais. O estilo do Vitor é muito agressivo, ele vai sempre em busca da finalização e não gosta de deixar na mão dos juízes. O meu jogo encaixa bem com lutadores desse estilo e acho que teremos uma grande luta.”

As outras lutas no card principal são Paulo Borrachinha contra Oluwale Bamgbose e Erick Silva contra Nancy Medeiros. O UFC 212 Aldo x Hollaway acontece nesse sábado, dia 3 de junho, na Jeunesse Arena, com transmissão ao vivo do Canal Combate à partir de 19h30.

Torne-se um colaborador do Pós-Luta, ajude-nos a crescer e tenha seu nome no site. Conheça os benefícios de ser um colaborador. APOIA.SE!