Artigos

Por quê Floyd Mayweather ganhará a luta do século


Há muito, o boxe vem perdendo popularidade nos EUA, na contra-mão, o MMA, representado por sua maior organização, o UFC, vem angariando fãs por todo o mundo. Se Conor Macgregor, estrela em franca ascensão do UFC, derrotar Floyd Maywheater, possivelmente o maior boxeador que o mundo já viu depois de Mohammed Ali, será uma oportunidade perfeita para o MMA provar sua superioridade sobre o Boxe. Em sua conta no twitter, Oscar De La Hoya, , por muito tempo um dos maiores pugilistas de todos os tempos e agora um dos maiores promotores de lutas de boxe (por meio da Golden Boy Promotions) esbravejou contra a luta: “Foda-se Mayweather vs. Macgregor, ambos são um desrespeito para o boxe” (@OscarDeLaHoya – FUCK YOU #MayweatherVsMcGregor BOTH OF YOU ARE DISRESPECTING THE SPORT OF BOXING). A frase ilustra a preocupação de toda a indústria do boxe.

Vencer para Mayweather é uma obrigação. Ele estará lutando boxe, sua especialidade, com um lutador de MMA, sem experiência nenhuma dentro de um ringue. Não há upside para Mayweather. Por outro lado, uma derrota de Macgregor seria completamente aceitável, já uma vitória o colocaria em um patamar jamais visto na história dos esportes de combate. Macgregor provaria ser o maior lutador que o mundo já viu, seja no boxe ou MMA. Só há upside para o Irlandês.

Acreditamos, no entanto, que isso não deve acontecer. Mayweather sairá vitorioso na noite de hoje (torcemos para estarmos errados).

Por quê Floyd Maywheater sairá vitorioso

Conor Macgregor é um oponente perigoso? Sem dúvida. Nenhum campeão do UFC pode ser subestimado. Mais ainda Macgregor, que vem colecionando cabeças [como ele gosta de falar] no UFC, seja na categoria dos pesos-penas ou meio-médios. Suas vitórias foram esmagadoras. Além disso, Macgregor tem como vantagem o maior peso e altura. Sua maior arma, no entanto, não vem surtindo efeito em Maywheater.

Em todas as suas lutas no UFC o irlandês usou o jogo psicológico contra seus rivais. Sua capacidade de entrar na mente de seus adversários e desestabiliza-los é impressionante. Foi assim que ele conseguiu suas maiores vitórias no UFC. Macgregor entra no octógono já vitorioso. Foi assim que ele derrotou o na época detentor do cinturão dos Penas, José Aldo, com um único soco.

Essa estratégia não surtirá efeito em Mayweather. Já vimos uma prova disso nos eventos promocionais da superluta que ocorreram nos EUA, Canadá e Londres. Mayweather é um lutador experiente, sabe muito bem lidar com o trash talk e a superexposição da mídia.

Além disso, olhando em retrospecto, Mayweather enfrentou os maiores nomes do boxe, cada um deles no seu auge. Venceu Oscar De La Hoya, um dos maiores pugilistas da era moderna, Ricky Hatton, Juan Manuel Marquez, Shane Mosley, Victor Ortiz, Miguel Cotto, Manny Pacquiao e Canelo Alvarez (considerado hoje o mais pugilista em atividade)… A lista é imensa, foram 49 vitórias, sem uma única mancha negativa no seu cartel. Mas o que mais impressiona no cartel de Mayweather foi a forma como ele derrotou todos esses nomes, quase sem grande dificuldade. Poucos conseguiram tirar sangue de Mayweather – Shane Mosley foi o que mais chegou perto e por apenas um único round.

Tantos anos de experiência conferem a Maywheater uma vantagem sem igual sobre Mcgregor, que enfrentará seu oponente em seu habitat natural, com uma memória muscular muito mais desenvolvida para a trocação, já habituado com o ritmo de uma luta com doze assaltos e um cartel sem igual. Se nenhum boxeador conseguiu vencer Floyd nos últimos 20 anos, o que seria capaz de um outsider, vindo do MMA, sem uma luta se quer de boxe em seu cartel, pudesse fazer isso? Não será uma luta fácil, é verdade. Mas ainda sim, Floyd Maywheater deve sair com o braço erguido da luta de logo mais.

O canal Combate vai transmitir ao vivo e com exclusividade a luta entre Floyd Mayweather e Conor McGregor no Brasil. O Combate Play também transmite ao vivo, simultaneamente, e o público poderá assinar pelo sistema a la carte ou comprar o evento avulso para assistir apenas à luta principal.

May-Mac
26 de agosto, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (22h, horário de Brasília):

Peso-super-meio-médio: Floyd Mayweather x Conor McGregor
Peso-leve-júnior: Gervonta Davis x Francisco Fonseca
Peso-meio-pesado: Nathan Cleverly x Badou Jack
Peso-cruzador: Andrew Tabiti x Steve Cunningham

CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Yordenis Ugas x Thomas Dulorme
Peso-meio-médio: Juan Heraldez x Jose Miguel Borrego
Peso-super-médio: Kevin Newman x Antonio Hernandez
Peso-super-médio: Savannah Marshall x Amy Coleman

Torne-se um colaborador do Pós-Luta, ajude-nos a crescer e tenha seu nome no site. Conheça os benefícios de ser um colaborador. APOIA.SE!