Artigos

UFC 219: Cris Cyborg mantêm cinturão ao vencer Holly Holm


2cf302567703946724cf8ea3a1f5b1dd

Depois de tantos altos e baixos, o último evento do ano, o UFC 219 terminou com um saldo positivo para o Brasil. Cris Cyborg manteve seu cinturão da divisão Peso Pena feminino ao bater Holly Holm em uma luta eletrizante. Com essa vitória o Brasil encerra o ano com 9 disputas de cinturão, das quais venceu 3 apenas. Poderia ter sido pior. Edson Barboza saiu derrotado e perdeu a chance de disputar o cinturão interino dos leves para Khabib. No card preliminar, Matheus Nicolau não decepcionou e saiu vitorioso. Durante o evento, Dana White fez dois grandes anúncios para os fãs brasileiros: a estreia do “Contender Series” no Brasil e o duelo de Amanda Nunes com Cris Cyborg, que pediu outra adversária.

Cris Cyborg (campeã peso pena) x Holly Holm

Cris Cyborg passou pelo seu maior desafio dentro do octógono, vencendo sua adversária mais perigosa.  No primeiro round, Holm mostrou ligeira superioridade. A partir do segundo, embora disputado, Cyborg começou a mostrar superioridade. Aos poucos os socos desferidos em Holm começaram a ficar mais evidentes pelos hematomas na norte-americana. A luta foi para a decisão dos juizes que deram vitória unânime para a brasileira (49-46, 48-47, 48-47). Ao final da luta, Cyborg desafiou Megan Anderson para uma luta na Austrália. Nos bastidores, Dana White mostrou interesse em uma luta entre Cyborg e Amanda Nunes.

Khabib Nurmagomedov (vencendor) x Edson Barboza

Khabib Nurmagomedov frustrou toda a torcida brasileira com uma vitória contundente em Edson Barboza. O brasileiro iniciou o primeiro round com uma boa movimentação e golpes no corpo de Khabib, que logo começou a impor seu Ground and pound sobre Barboza. Neutralizado e frustrado, Barboza não teve grandes chances. Khabib aproveitou para desafiar Tony Ferguson para uma disputa pelo cinturão. Ferguson é o atual campeão interino da categoria, que tinha também como campeão Conor Mcgregor. “Não vou desafiar Mcgregor. Agora ele é rico… Ele deve gastar todo seu dinheiro agora” disse Khabib.

Dan Hooker x Marc Diakese

Segunda luta da noite a terminar com uma finalização, Dan Hooker finalizou Marc Diakese no terceiro round com uma guilhotina. A luta estava apertada, Diakese vinha mostrando um maior volume de jogo mas, inesperiente, foi entregou o pescoço para Hooker que conseguiu o estrangulamento.

Cynthia Calvillo x Carla Esparza (vencedora)

Carla Esparza interrompeu uma sequência de 6 vitórias consecutivas de Cynthia Calvillo. Apesar de ter perdido o primeiro round na nossa contagem, Esparza conseguiu ser mais ativa e efetiva que Calvillo no segundo e terceiro round. Mais rápida, Esparza conseguiu quase que o dobro de golpes desferidos que Calvillo, além de duas quedas no segundo round. Ao final do terceiro round, os juizes deram vitória unânime para Carla (29-28, 29-28, 29-28).

Carlos Condit x Neil Magny (vencedor)

Apesar de ter mostrado um terceiro round melhor, Carlos Condit saiu derrotado para Neil Magny por decisão dos juízes. Magny dominou o primeiro e segundo round. Consegui aplicar duas quedas em Condit e neutralizou todos os seus chutes altos. Essa foi a terceira derrota consecutiva de Condit. Sua última vitória, em 2015, ocorreu no Brasil, no UFC Fight Night de Goiânia, quando enfrentou Thiago “Pitbull” Alves.

Card preliminar

Na primeira luta do card preliminar, Tim Elliot pôs fim a sequência de 8 vitórias consecutivas de Mark de La Rosa com um estrangulamento (anaconda choque) no segundo round. Emocionado ao final da luta, Elliot saiu sem comemorar e dar entrevista em respeito ao falecimento de seu treinador, Robert Follis. Na sequência, o brasileiro Matheus Nicolau mostrou dominância total ao vencer Louis Smolka por decisão unânime dos juízes. Com 4 derrotas consecutivas em seu cartel, Smolka provavelmente será cortado da organização. Em seguida, em um duelo entre europeus, Marvin Vettori e Omari Akmedov terminou empatado por decisão dos juízes (28-28, 29-28, 28-28). Myles Jury e Michael Oleksiejczuk venceram por decisão unânime dos juizes (30-27, 30-27, 30-27).

image

Torne-se um colaborador do Pós-Luta, ajude-nos a crescer e tenha seu nome no site. Conheça os benefícios de ser um colaborador. APOIA.SE!