Artigos

UFC On Fox 28: o melhor evento do ano!


Quem pode assistir todas as lutas do UFC on Fox 28 em Orlando, Florida (Estados Unidos) conferiu um dos, se não “o”, melhor evento do ano. Tanto o card preliminar como o card principal foram repletos de boas lutas, com direito a nocaute-técnico (Alvey, Jouban), finalizações (Latifi, Yahya…), comebacks (Marion Reneau) e zebras (Griffin). Dificil até escolher uma luta preferida dentre tantos ótimos combates! Destaques da noite, Jessica Andrade após vitória incontestável sobre Tecia Torres se gabaritou para disputar o cinturão da divisão peso-palha feminino. Latifi não ficou atrás e já pediu uma disputa com Cormier pelos meio-pesados.

step
Stephens bota pra dormir Josh Emmett com um poderoso KO!

Card Principal

Josh Emmett vs. Jeremy Stephens (vencedor; nocaute; 2o Round)

Jeremy Stephens conseguiu uma vitória avassaladora sobre Josh Emmett por nocaute no 2o Round.  No começo da luta Emmett levava uma ligeira vantagem, mas foi pego por um gancho de esquerda que o botou para baixo. Stephens deu inicio então a um violento ground and pound . Emmett não resistiu e foi nocauteado.

Jessica Andrade (vencedora; decisão) vs. Tecia Torres 

Melhor luta da noite, Jessica Andrade e Tecia Torres proporcionaram um verdadeiro espetáculo os fãs de MMA. Após começar o round melhor, Tecia Torres foi aos poucos diminuindo o ritmo ao mesmo tempo que Andrade aumentava o seu volume de jogo e seu controle sob o octógono.

Jessica Andrade saiu da luta como favorita para disputar o cinturão após a defesa do título Rose Namajunas contra Joanna_Jędrzejczyk no UFC 223.

jessica
Jessica Andrade arremessa Tecia Torres

Ovince Saint Preux vs. Ilir Latifi (venedor; finalização; 1o Round)

Ovince Saint Preux e Ilir Latifi era uma luta bastante interessante. Ambos tinham (tem) um wrestling forte, mas acreditavamos que a luta pudesse terminar em uma trocação franca entre os dois com vantagem para OSP, melhor striker. Ledo engano, Latifi conseguiu uma vitória brutal logo no começo do 1o round. Depois de aplicar um knockdown sobre OSP, Latifi partiu desesperadamente para cima procurando uma brecha para finalizar a luta e conseguiu. Vitória de Latifi por finalização (guilhotina) logo nos primeiros minutos do 1o round.

Ao final, ainda no octógono, sobrou para Daniel Cormier. Latifi exigiu uma disputa pelo cinturão contra Cormier. Na transmissão para os Estados Unidos, Cormir disse ainda ser cedo para Latifi desafia-lo. “Não é o momento” disse Cormier.

Mike Perry vs. Max Griffin (vencedor; decisão)

Favorito na luta, o local Mike Perry não conseguiu uma boa performance contra Max Griffin. Perry sofreu um corte na cabeça logo no começo do primeiro round. No round seguinte um knockdown sofrido por Perry quase pôs fim a luta. No último round, mesmo  uma recuperação de Perry não foi capaz de mudar o resultado final da luta. Griffin obteve vitória unânime (29-27×2, 30-27) dos juízes.

Essa foi a segunda derrota consecutiva de Perry que havia perdido para o argentino Santiago Ponzenibio por decisão dos juizes no UFC on Fox: Lawler vs. dos Anjos.

Card Preliminar

Repleto de boas lutas, o card preliminar deste evento foi eletrizante. Na primeira luta da noite, o estreante no UFC, Manny Bermudez finalizou (por guilhotina) Albert Morales logo no começo do 2o Round. Na primeira luta de um brasileiro no card preliminar, Yahya deu uma aula de jiu-jitsu no norte-american Russel Doane. Depois de um controle total no 1o round, Yahya repetiu a dose e de tanto tentar, conseguiu uma boa finalização (por triângulo de braço) no final do 2o round.

Na melhor luta do card preliminar, Sam Alvey conseguiu um nocaute técnico por socos sobre Marcin Prachnio logo no 1o round. Prachnio pareceu subestimar o poder de nocaute de Alvey e partiu pra um trocação franca logo após sofrer um knockdown. O Resultado não poderia ser outro, Prachnio caiu já quase inconsciente após outro golpe de Alvey e o juíz encerrou a luta.

Em outra luta sensacional, Marion Reneau conseguiu uma reviravolta inacreditável. Após perder de maneira contundente (um verdadeiro passeio de MacMann) o 1o round, Reneau conseguiu pegar Sara McMann em uma finalização por triângulo logo no inicio do 2o round. Outro destaque da noite, Alan Jouban conseguiu vitória por nocaute técnico contra Ben Saunders no 2o round. Por outro lado, na luta “menos” empolgante, Alex Perex obteve vitória por decisão unânime dos juízes (30-27 x3) contra o favorito, Eric Shelton. Em outra luta “fraca”, Angela Hill obteve vitória por decisão sobre Maryna Moroz.

Encerrando o card preliminar, Renan Barão perdeu por pontos (30-27×2, 29-28) para Brian Kelleher. Barão foi praticamente salvo pelo gongo no final do 3o Round ao ser pego por vários socos consecutivos em sua cabeça. Na entrevista pós-luta, Kelleher elogiu a capacidade de Barão em alguentar tantos golpes. Triste ver Barão, que já foi considerando o melhor lutador peso por peso do UFC e o atleta mais temido de sua divisão acumular tantos reveses consecutivos (foram 5 derrotas nas últimas 7 lutas de Barão).

Torne-se um colaborador do Pós-Luta, ajude-nos a crescer e tenha seu nome no site. Conheça os benefícios de ser um colaborador. APOIA.SE!