UFC

Notícias, UFC

UFC e Canal Combate lançam série documental


O UFC, o Combate e a Academia de Filmes se reuniram para produzir a série documental “Espírito da Luta”, que estreia no canal no próximo dia 10 de julho na faixa sessão Combate. Durante três episódios, que serão exibidos semanalmente no Combate às segundas, às 20h, o público poderá conhecer a origem das artes marciais e o contexto em que o MMA foi criado. Os episódios, dirigidos pelos cineastas João Wainer, Paulo Caldas e Tadeu Jungle, também trazem imagens de arquivo de grandes confrontos, entrevistas com atletas, fãs de artes marciais e depoimentos dos fundadores do UFC.

O documentário de estreia, “12 de novembro”, é dirigido por João Wainer e conta a história da criação do primeiro evento de MMA, o UFC 1, ocorrido na data. Com animações, locuções e entrevistas com Art Davie e Rorion Gracie, criadores do campeonato, o público pode acompanhar a ordem cronológica do surgimento do maior evento de MMA atualmente e fenômeno mundial. O documentário promove ainda um encontro inédito entre Royce Gracie e Art Jimmerson que assistem juntos e relembram curiosidades sobre o confronto entre eles.

O cineasta Paulo Caldas é o responsável pelo documentário exibido na segunda semana, no dia 17 de julho. “Paixão e Luta” mostra como diferentes etnias ao redor do mundo compartilham histórias e sua paixão pelo esporte. A produção acompanhou a preparação e expectativa de diferentes torcedores em lutas decisivas de grandes ídolos do esporte como José Aldo, Conor Mcgregor e Nate Diaz. As filmagens também visitaram fãs de MMA nas Filipinas, Irlanda, Irlanda do Norte, Estados Unidos e Brasil.

O último documentário da temporada é “Terra da Luta” de Tadeu Jungle, exibido no dia 24 de julho. O diretor apresenta artes marciais praticadas em diferentes comunidades como a luta Huka-Huka, original das tribos indígenas Kamayurá, e a luta Marajora, típica de Soure, na Ilha de Marajó no Pará. Também faz parte do documentário uma visita a Salvador para entrevistas com personagens importantes como Mestre Itapuã e Mestre Nenel para investigar as origens da principal luta praticada no Brasil, a capoeira. “Espírito da Luta” é uma coprodução de Academia de Filmes, UFC e Combate.

Ult. Fighter/Gracie

Sobre os diretores:

João Wainer
Diretor e fotógrafo. Passou pelos jornais Folha de S. Paulo e Jornal da Tarde. Dirigiu os documentários “JUNHO – O mês que abalou o Brasil” e “PIXO” sobre o fenômeno da pichação em São Paulo. Assinou a direção de fotografia dos documentários Xpress (2009, MTV internacional / UNICEF) e na série Chico Buarque (2006/2007, TV Bandeirantes / Multishow).

Paulo Caldas
É diretor e documentarista. Codirigiu com Lírio Ferreira “Baile Perfumado” (1997), vencedor do Festival de Brasília. Escreveu o roteiro de “Cinema, Aspirinas e Urubus” (2005), em parceria com Marcelo Gomes e Karim Aïnouz, dirigido por Gomes. O longa foi selecionado para a mostra Um Certo Olhar, do Festival de Cannes e vencedor do prêmio especial do júri no Festival do Rio.

Tadeu Jungle
É um artista multimídia. Entre outros trabalhos, dirigiu os curtas-metragens em VR “Fogo na Floresta” (2017) e “Rio de Lama” (2016), o longa- metragem “Amanhã Nunca Mais” (2011), e codirigiu o documentário “Evoé – Retrato de um Antropófago”, sobre Zé Celso Martinez Corrêa, criador do Teatro Oficina, entre outros projetos.

Torne-se um colaborador do Pós-Luta, ajude-nos a crescer e tenha seu nome no site. Conheça os benefícios de ser um colaborador. APOIA.SE!

Notícias, UFC

Sem Anderson Silva, o UFC retorna ao Rio


O UFC 212 marca a volta do maior evento de MMA do Mundo ao Brasil, no dia 3 de Junho na Arena Jeunesse, Rio de Janeiro. A última edição do evento na capital fluminense foi há dois anos na edição 193 que consagrou a vitória de Ronda Rousey contra Bethe Correia. O evento atual marca um fato inusitado na história do Ultimate. O brasileiro Anderson Silva, cortado do card, incentivou seus fãs a pedirem dinheiro do ingresso de volta, fato este que causou desconforto entre os executivos do UFC, incluindo o chefão Dana White, que soltou o verbo para repreender o atleta brasileiro. Mesmo com a maior estrela brasileira fora, o evento deverá ter casa cheia. Até o momento (20/05) grande parte dos ingressos foram vendidos, restando apenas poucos lugares nos setores “Octógono Premium” e “Cadeiras”, os mais caros da arena.

O evento será realizado na Jeunesse Arena, também conhecida como HSBC Arena ou Arena Olímpica. A moderna arena localizada na Barra da Tijuca foi palco das competições de Ginástica dos Jogos Olímpicos do Rio em 2016, amistosos da NBA além de ter sido palco de inúmeros artistas como Beyonce, Paul McCartney e Elton John. A empresa de cosméticos Jeunesse adquiriu recentemente o ‘naming right’ da Arena por três anos.  Com capacidade para cerca de 14.000 pessoas a Jeunesse Arena já recebeu cinco edições do UFC, a última em 2015 no UFC 193. As outras três passagens do Ultimate na cidade foram no Ginásio do Maracanãzinho.

As redes hoteleiras no entorno da região já estão com todas as reservas esgotadas e a expectativa é grande principalmente pela luta principal da noite; o campeão linear José Aldo enfrentará o campeão interino Max Holloway pela unificação do cinturão da categoria Peso-pena. O “campeão do povo” José Aldo se apresenta novamente na cidade que o coroou três vezes. Aldo recuperou o cinturão do Peso-pena em 2016 após derrotar Frankie Edgar, por decisão unânime, agora terá que unificá-lo nessa luta eletrizante.

O co-main evento, segunda luta principal da noite, será entre a brasileira Claudia Gadelha e a polonesa Karolina Kowalkiewicz pelo peso palha feminino, categoria que tem como detentora do cinturão, a também polonesa Joanna Jedrzejczyc. O card também marcará a aposentadoria de Vitor Belfort, que enfrenta Nate Marquardt pelo peso médio.

Quando o evento se encerrar na madrugada do dia 4, a cidade do Rio de Janeiro será, sem dúvida, a maior beneficiada, independente do desempenho dos brasileiros no evento. Em meio a maior crise de sua história, qualquer evento que ajude a movimentar a economia da cidade maravilhosa é bem visto. A expectativa da organização é que o evento seja bem sucedido. Cerca de 20% da receita gerada com ingressos está sendo revertida em marketing do próprio evento – a ação mais recente foi o “Tour das Letras”, onde o UFC levou sua marca para os principais pontos turísticos do Rio de Janeiro. Embora a expectativa de sucesso seja grande não está nem perto da febre que viveu a cidade em 2011, quando o UFC retornou ao Brasil depois de 15 anos de ausência, naquela ocasião o evento trouxe aos cofres da cidade cerca de R$90 milhões em investimentos e turismo. Dentro do octógono a expectativa são as melhores possíveis. Aldo e Holloway pretendem definir quem é o campeão de fato da categoria.

Torne-se um colaborador do Pós-Luta, ajude-nos a crescer e tenha seu nome no site. Conheça os benefícios de ser um colaborador. APOIA.SE!

UFC

Ingressos para o UFC Fortaleza


O Ultimate anunciou que os ingressos para o UFC Fight Night: Belfort x Gastelum começarão a ser vendidos no dia 18 de janeiro de 2017, com preços a partir de R$ 75. O evento será realizado no dia 11 de março de 2017, em Fortaleza, e os fãs poderão adquirir seu ingresso pelo site Tudus.

Invicto nos duelos principais que fez pelo Ultimate no Brasil, Vitor Belfort terá a oportunidade de adicionar mais um triunfo ao currículo contra Kelvin Gastelum. Aos 39 anos, o veterano já lutou sete vezes pelo UFC no Brasil, sendo derrotado apenas por Ronaldo Jacaré no UFC 198, em maio de 2015. Belfort um cartel de 25 vitórias e 12 derrotas, e atualmente ocupa o oitavo lugar do ranking da categoria peso-médio.

Já Gastelum foi o vencedor do TUF 17 ao bater Uriah Hall na decisão do reality, em 2013. O lutador possui 14 triunfos e duas derrotas no cartel, vindo de vitórias sobre Johny Hendricks e Tim Kennedy. Além da luta entre os médios, os pesos-leves Edson Barboza e Beneil Dariush também estão confirmados no card. Confira os setores e valores de ingressos para o UFC Fortaleza:

Cadeira Superior – R$ 150 (inteira) / R$ 75 (meia)
Cadeira (B) – R$ 220 (inteira) / R$ 110 (meia)
Cadeira (A) – R$ 320 (inteira) / R$ 160 (meia)
Cadeira Especial – R$ 450 (inteira) / R$ 225 (meia)
Cadeira Premium – R$ 600 (inteira) / R$ 300 (meia)
Octógono Premium – R4 850 (inteira) / R4 425 (meia)

Fonte: ufc.com.br

precosfortaleza

Torne-se um colaborador do Pós-Luta, ajude-nos a crescer e tenha seu nome no site. Conheça os benefícios de ser um colaborador. APOIA.SE!

UFC

O site Pós-Luta faz um ano. Viva!


O ano de 2016 foi maravilhoso, ao contrário do que dizem os petistas. Há uma única chance de 2017 ser tão bom: o crescimento do UFC sob a direção dos novos donos da WME-IMG juntamente com Dana White. Desejamos ao UFC Brasil, Joe Carr, vice-presidente sênior internacional do UFC e sua equipe um excelente ano e sucesso!

Em nosso ano de estréia tivemos cerca de 2.500 acessos totais, uma média de 200 por mês. Nossas promessas para o ano serão mais textos de alto nível e informações sobre a principal franquia de MMA no Mundo.